Entidades denunciam ataques a sem-teto

Entidades de direitos humanos farão na próxima semana um ato em defesa da população de rua. Os defensores acreditam que existe relação entre duas mortes de mendigos nos últimos dez dias e o atentado contra outros três. No dia 3, um homem foi carbonizado no Belenzinho. No dia 4, quatro carroceiros foram baleados na Lapa e um morreu. No sábado e no domingo, um mendigo e uma mendiga tiveram os corpos queimados. No dia 1º, um grupo de moradores de rua foi agredido na Barra Funda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.