Entidades propõe ampliação de força-tarefa no centro de SP

No centro da cidade de São Paulo é possível presenciar diversos tipos de crimes e contravenções, como jogo do bicho, tráfico de drogas, prostituição e venda de documentos falsificados. O delegado da Seccional Centro, Mario Jordão, afirma que a força-tarefa em parceria com a Prefeitura da cidade na região da Cracolândia tem surtido efeito na região, mas lamenta o fato de o governo federal não dar apoio integral à medida.Marco Antônio Ramos de Almeida, superintendente geral da Associação Viva o Centro, sugere a divisão do centro da cidade em doze áreas administrativas. Ele lembrou, ainda que apesar da alta taxa de criminalidade, o centro da capital paulista não é violento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.