Entra em vigor decreto que limita gritaria em feiras livres

Entra em vigor nesta sexta-feira, 6, um decreto do prefeito Gilberto Kassab que impõe regras ao funcionamento das feiras. A primeira delas proíbe que os feirantes gritem ao oferecer seus produtos. Por causa disso, o decreto está sendo chamado de ?feira muda?. O decreto também estabelece mudanças em relação ao horário de funcionamento. O paulistano vai ter de aguardar meia hora para poder fazer suas compras. As bancas devem funcionar das 7h30 às 13h30, alterando uma rotina de quase 20 anos, quando os feirantes trabalhavam das 7 às 13 horas. A desmontagem das barracas será obrigatória até as 15 horas, quando as ruas deverão estar totalmente liberadas. Os feirantes também serão obrigados a aposentar o jornal velho para embrulhar banana e peixe, além de vestir roupas e uniformes combinando a cor com o tipo de mercadoria vendida. O vendedor de ovos, por exemplo, terá o toldo da barraca listrado de amarelo e branco combinando com roupas amarelas. O tamanho das barracas também será de acordo com o produto. O pastel só poderá ser vendido em uma banca de 4 metros quadrados. A Prefeitura vai começar a fiscalizar as novas regras de funcionamento das 866 feiras livres cadastradas na cidade. Quem for flagrado utilizando algum aparelho sonoro durante o período de funcionamento das feiras livres poderá perder o aparelho e até a licença de trabalho.

Agencia Estado,

06 Abril 2007 | 12h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.