Entre os alunos, Serra e Marcola

O local onde o governador José Serra estudou por quatro anos (1955, 1956, 1958 e 1959) também teve como aluno Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola, apontado como o líder da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), segundo um funcionário da direção. A informação foi dada a policiais do 8.º DP, para onde foram levados os alunos apontados como causadores da confusão. Um funcionário da escola que não quis se identificar confirmou a informação à reportagem. "Ele, o Serra, a (cantora) Zizi Possi (estudaram)", disse. Marcola teria estudado entre as décadas de 70 e 80.Em 2007, Serra deu entrevista nas dependências da escola. E falou sobre a biblioteca: "No colégio, às vezes não tinha bibliotecário, mas sempre havia gente tomando conta." Questionado se ficaria chateado ao ver o lugar depredado, respondeu: "Ficaria chateado se fosse em qualquer escola."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.