Entregadores de merenda fazem protesto em SP

Motoristas de caminhão e de peruas da Cooperativa Unitransp, organização que faz a entrega da merenda nas escolas da Prefeitura de São Paulo, fazem um protesto na manhã desta sexta-feira, na zona norte da cidade. Eles protestam contra a não renovação do contrato mantido entre a cooperativa e a prefeitura para o mês de setembro. Segundo o presidente da Cooperativa Unitransp, Vicente Chimenez, neste momento há cerca de 100 caminhões e 50 peruas estacionados ao longo da Avenida Zaki Narchi, na altura do número 600, próximo ao Depatri e ao Instituto de Previdência dos Servidores da Prefeitura, na região de Santana. Naquele local, fica o centro onde os cooperados carregam os caminhões e peruas para distribuírem a merenda nas escolas municipais.O presidente adverte que, sem a renovação do contrato, os alunos das escolas da prefeitura deverão ficar sem a merenda. Ele disse que, como os veículos estão regularmente estacionados, não há bloqueio de pista ou congestionamento no local. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) não soube dar informações sobre a manifestação e mandou um carro até o local para verificar os fatos.A reportagem procurou a Prefeitura mas não houve retorno.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.