Envio de fotos de vítimas por e-mail deve ser investigado

O Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana (Condepe) de São Paulo pediu ao delegado-geral da Polícia Civil, Mário Jordão Toledo Leme, abertura de inquérito para investigar o responsável pela veiculação, por meio de e-mails, de imagens de corpos das vítimas do acidente com o avião da TAM, além de verificar a origem dessas fotografias. São 15 registros de corpos queimados e do local do acidente. O acidente também levou hackers a enviarem e-mails falsos em nome da TAM e da Gol. As mensagens induzem o internauta a entrar em sites que capturam informações do usuário e transmitem vírus. A TAM alertou que os dados da companhia são divulgados só em sites da empresa. O e-mail falso da Gol mostra suposta compra de passagens e confirmação do tíquete.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.