Epidemia de dengue em SP é questão de dias

Apesar de o município de São Paulo não ter registrado até hoje nenhum caso de dengue autóctone (contraído no município), a cidade já contabilizou 25 casos importados, sendo dez do Rio de Janeiro, o secretário municipal de Saúde, Eduardo Jorge, alertou que uma epidemia da doença na cidade "é questão de dias". O Rio de Janeiro e a Baixada Santista já enfrentam epidemia de dengue."São Paulo não vai ser exceção, mesmo com o trabalho pesado que a secretaria tem feito. A região metropolitana, incluindo a capital, está cercada. Temos o Rio de Janeiro e a Baixada próximos, sendo que a epidemia na baixada estourou todos os limites, todas as previsões", disse. "E a relação da região metropolitana com a baixada é muito íntima."Jorge renovou hoje o apelo à população para que os focos da doença sejam eliminados. Ele afirmou que a zona norte da cidade é a que mais concentra focos da doença. Segundo ele, 80% dos focos estão dentro das casas, escolas e estabelecimentos comerciais. "A Prefeitura tem feito a sua parte. Estamos gastando quase R$ 1 milhão por mês com pessoal, propaganda, panfleto. Mas a população precisa nos ajudar." Jorge afirmou que o pico da doença, em geral, é registrado entre março e maio. A dengue é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.