Equipamento vai detectar escavação de túneis

A secretaria estadual de Justiça e Direitos Humanos vai testar um equipamento capaz de detectar a escavação de túneis construídos próximos à presídios que visem à libertação de detentos. O secretário João Luiz Pinaud disse que já foi aberto processo de licitação para a compra da máquina e também para o aumento do aparato de segurança das penitenciárias, como detectores de metal e circuito interno de TV. Está prevista ainda a construção de muros e cercas eletrificadas no Complexo Penitenciário de Bangu, na zona oeste do Rio.As medidas foram anunciadas depois da descoberta, na segunda-feira, de um túnel de 80 metros de extensão que ligaria o presídio de Bangu 3, considerado pelo Estado de segurança máxima, à Favela do Boqueirão, que fica no terreno em frente. Cerca de 300 famílias que moram no local foram cadastradas e suas casas serão desapropriadas para a construção de uma novo prédio no complexo: o presídio de Bangu 6, que terá capacidade para 240 presos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.