Equipe de ministros estará definida até o Natal, diz Tarso

O ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, disse acreditar que antes do Natal o presidente Luiz Inácio Lula da Silva já tenha definido toda a nova equipe. Ele afirmou que Lula não fez comentários sobre possíveis nomes, apenas mencionou os critérios para a escolha. Tarso não quis revelar quais seriam esses critérios. Segundo Tarso, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva pretende conduzir pessoalmente as negociações para a definição do ministério que o acompanhará no segundo mandato, em busca de uma coalizão entre os partidos políticos. O ministro informou ainda que vai concentrar 100% de seu esforço na relação com o Congresso e na agenda de votações de projetos de interesse do governo. Segundo ele, as prioridades do governo são a reforma tributária, o projeto que define o Fundeb (Fundo da Educação Básica) e a Lei Geral das pequenas e médias empresas. "Não devem ser prioridades unilaterais. Por isso, estamos propondo uma agenda", afirmou o ministro. Ele informou também que nesta quarta-feira telefonou para os senadores Sérgio Guerra (PSDB-PE) e Heráclito Fortes (PFL-PI) para discutir a agenda de votações no Congresso. "Vamos negociar o que é possível fazer até o final do ano. Vamos procurar outros líderes", afirmou . DescansoSegundo o ministro, após um descanso de três ou quatro dias, o presidente vai começar a chamar os partidos para conversar. Em primeiro lugar, informou ele, serão chamados os que integram a base aliada.Lula também deverá iniciar as conversas com os governadores eleitos. Tarso afirmou que o primeiro a ser convidado para uma conversa deverá ser o governador eleito do Distrito Federal, José Roberto Arruda, que é do PFL.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.