Equipe de TV é agredida em boate do Rio

Dois integrantes da equipe de jornalismo TV Globo foram agredidos nesta sexta-feira quando faziam uma reportagem sobre uma briga ocorrida na boate Baronetti, em Ipanema, na zona sul do Rio. Durante a gravação, Sandra Regina Tenório, de 26 anos, Juliana Leal Ferreira, de 19, e Luciana Nunes, de 37, atacaram o cinegrafista Diógenes Melquíades da Silva e o operador de unidade portátil Roberto Martiniano, que ficou ferido na mão direita. Elas quebraram a câmera e a luz e foram autuadas por lesão corporal.De acordo com policiais do 23º Batalhão da Polícia Militar (Leblon), os dois não reagiram. A repórter Renata Lira, que fazia parte da equipe, acionou a segurança da empresa. A equipe fazia uma entrevista com o estudante de Direito Daniel Ramos de Arruda Campos, de 23 anos, que havia sido agredido com socos enquanto espera na fila para pagar a conta. Além da violência que sofreu dentro da boate, o universitário também foi agredido pelas mulheres. Ele revidou e foi detido pela polícia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.