Ércio Quaresma deixa oficialmente a defesa do goleiro Bruno

Advogado de Macarrão, comparsa do atletla, deve assumir a defesa com saída de Ércio, que será julgado pela OAB-MG por indiciplina

Solange Spigliatti, Central de Notícias, com O Estado de S.Paulo

23 Novembro 2010 | 11h43

SÃO PAULO - O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG) confirmou nesta terça-feira, 23, que o advogado Ércio Quaresma não é mais responsável pela defesa do goleiro Bruno Fernandes. O jogador e outras oito pessoas são réus no processo que investiga o desaparecimento e suposto homicídio de Eliza Samudio, ex-amante de Bruno.

Segundo o TJ-MG, ontem foi juntada uma petição no processo, que está no Fórum de Contagem, em Minas Gerais, oficializando a troca de advogado. O TJ não soube informar o nome do novo defensor de Bruno. O advogado paranaense Claudio Dalledone, que defende o braço direito do goleiro, Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, afirmou ontem que foi convidado por Bruno para assumir sua defesa.

Ércio Quaresma foi acusado de ameaçar familiares de Bruno para que o jogador não trocasse de defensor. Além disso, Quaresma também assumiu ser viciado em crack e na semana passada apareceu em um vídeo usando a droga. A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seção Minas Gerais, marcou ontem o julgamento de Quaresma. Ele será julgado, em sigilo, pelo Tribunal de Ética e Disciplina da entidade no dia 30.

Segundo informações do TJ-MG, a juíza Marixa Fabiane Rodrigues, responsável pelo processo, marcou para o dia 10 de dezembro a publicação da sentença de pronúncia para definir se os réus irão ou não a júri popular. Segundo o TJ-MG, os advogados de acusação devem apresentar as alegações finais entre os dias 22 e 26 de novembro. Já os advogados de defesa devem apresentar as razões finais entre os dias 29 e 3 de dezembro.

 

Veja também:

trailer Confira vídeo onde advogado aparece consumindo droga

Mais conteúdo sobre:
Caso Bruno Ércio Quaresma

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.