Erro gramatical em cartaz comercial será multado

A Câmara Municipal aprovou projeto do vereador Pedro Porfírio (PDT) que multa em 50Ufirs (cerca de R$ 50) por dia comerciantes que cometam erros gramaticais em cartazes para o público. Para entrar em vigor o projeto tem que ser sancionado pelo prefeito César Maia (PFL).?O prefeito me disse que sancionaria. Está muito grande a quantidade de erros de português, e isso está influenciando as gerações novas. O que mais me revolta são os erros de concordância?, afirmou Porfírio.O projeto, segundo o parlamentar, regula todaprogramação visual pública, inclusive outdoors. Casos consagrados pelo uso, como ?aluga-se casas?, não serão punidos. Porfírio disse que a nova lei é parte de um esforço seu pela ?salvação do vernáculo?.Ele agora estuda um modo de coibir o que classifica como ?abuso de estrangeirismos?.

Agencia Estado,

28 de novembro de 2002 | 18h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.