Escadinha é enterrado no Rio

Cerca de 250 pessoas acompanham o enterro do corpo do traficante José Carlos dos Reis Encina, o Escadinha. Depois de ser velado durante todo o dia, ele está sendo sepultado no cemitério de Irajá, na zona norte do Rio. Amigos, parentes e moradores do morro do Juramento, onde ele morava e comandou o tráfico na década de 80, cantaram a música "Meu Bom Juiz", sobre o criminoso, gravada por Bezerra da Silva, e repetiram "Ei, Ei, Ei, Escadinha é nosso Rei". O barulho de tiros foi ouvido quando o caixão seguia em cortejo.

Agencia Estado,

24 de setembro de 2004 | 16h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.