Escadinha, o músico

Além das fugas, Escadinha apareceu na mídia por outros meios. Em novembro de 1999 lançou o CD de rap ?Brasil 1 ? Fazendo Justiça Com as Próprias Mãos?, pela gravadora Zambia. Ele assinou as composições de 11 faixas, cantadas por "rappers" brasileiros, como Xis, MV Bill e Câmbio Negro. O CD continua a venda em vários sites e custa entre R$ 5 e R$ 20. As letras, segundo o próprio Escadinha, falam sobre a realidade da vida do crime. Nascido e criado no Juramento, Escadinha foi tema da música "Meu Bom Juiz", de Beto Sem Braço e Serginho Meriti, gravada por Bezerra da SilvaUma comercial do governo do Rio, em 1990, também levou Escadinha às telas de TV. O bandido aparecia atrás das grades. Ele conseguiu suspender a propaganda, depois de fazer uma greve de fome junto a seus companheiros de presídio em Bangu I. Mas a Justiça voltou a autorizar a veiculação das imagens. Um Simples José(Escadinha)Eu quero ser só um José Igual a outro qualquer Um José que vem ou vai Com lenço, com documento Um homem novo, simples Que caminhe a favor do vento Um José que cria os filhos Que vai ao parque, que vai ao circo Que anda livre sem corrente No Morro do Juramento Hoje estou livre Minha pena foi cumprida Estou na rua tentando recomeçar a vida Quinze anos mofando dentro de uma cela Agora eles vão tremer Estou de volta à favela Só que não será igual Serei apenas um Zé comum Igual a outro qualquer A molecada brinca onde eu brinquei Bola de gude, pipa, pião Alguns estão na vida do crime, eu sei Em quinze anos muita coisa aconteceu Tem mais barracos, tem mais miséria A favela cresceu O Seu Manel, lá do boteco Alguém me disse que ele faleceu Voltar pro crime nunca mais Sei que errei, sei que no fundo foi bobeira Já paguei, já sofri Não posso ser julgado pela vida inteira Já paguei meu preço Viciado, discriminado, desempregado Isso faz parte do passado Meu Bom Juiz(Beto Sem Braço e Serginho Meriti)"Ah! meu bom juiz, meu bom juiz Não bata este martelo e nem dê a sentença Antes de ouvir o que meu samba diz Pois este homem não é tão ruim quanto o senhor pensa Vou provar que lá no morro ele é rei Coroado pela gente Eu vi o Morro do Juramento Triste, chorando de dor Se o senhor presenciasse Chorava também, doutor

Agencia Estado,

23 de setembro de 2004 | 18h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.