Escavação tem atraso de 70 a 80 dias

As escavações na cratera aberta durante o desmoronamento das obras da futura Estação Pinheiros do metrô estão atrasadas de 70 a 80 dias, diz o promotor Arnaldo Hossepian Junior, do Ministério Público Estadual (MPE), que acompanha as investigações do acidente. Ele fez ontem uma vistoria no local e disse que a conclusão da primeira fase da linha, prevista inicialmente para 2009, vai atrasar. O próprio Metrô já admitiu que a Estação Pinheiros não será inaugurada junto com as outras estações na fase inicial. A escavação para recolher material a ser periciado e descobrir a razão do desastre, que matou sete pessoas em janeiro, é desenvolvida pelo Instituto de Criminalística (IC) e pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).

Eduardo Reina, O Estadao de S.Paulo

07 Setembro 2021 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.