Escolas de lata, mas com preços de ouro

Grande parte das 58 escolas modulares, conhecidas como "escolas de lata", está sendo atacada pela ferrugem. Elas foram entregues à Prefeitura há menos de dois anos e abrigam cerca de 40 mil alunos. Documento obtido pelo JT mostra que se gastou mais para fazer acomodações no terreno que na aquisição dos módulos. Além disso, cada módulo com 42 metros quadrados custa mais do que um apartamento da Cohab. "O processo administrativo da aquisição dessas escolas é uma verdadeira aula de malandragem", diz o líder do PT na Câmara, vereador Arselino Tatto. Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.