Espanhol procurado por tráfico de mulheres é preso em Goiás

Enrique Gomes Peres é suspeito de exploração sexual e formação de quadrilha, estava foragido e foi encontrado em Niquelândia

Marília Assunção, Especial para o Estado

09 de setembro de 2014 | 13h22

GOIÂNIA - Está preso na cadeia de Niquelândia, cidade do norte de Goiás, aguardando para ser extraditado, o espanhol Enrique Gomes Peres, 56 anos. Ele é foragido da Espanha, onde era procurado para responder pelos crimes de tráfico internacional de mulheres para exploração sexual e formação de quadrilha. 

A Polícia Militar de Goiás fez a prisão na segunda-feira, 8, após denúncias de movimentação intensa de jovens em uma chácara local, onde Enrique estava aliciando novas vítimas, segundo a polícia. Agora caberá à Polícia Internacional (Interpol) buscar o preso e realizar a extradição.

O caso está sendo acompanhado de Brasília pelo chefe do escritório da Interpol no Brasil, Luiz Eduardo Navaja, informou o comandante da Companhia da Polícia Militar de Niquelândia, capitão Pedro Rodrigues dos Santos. 

Segundo o capitão, havia menos de 30 dias que o espanhol agia em Niquelândia. Ao ser levado para averiguações, foi constatado que havia mandado de prisão contra o espanhol no Tocantins e que ele era procurado da Justiça da Espanha - nos dois casos, acusado de tráfico de pessoas para fins sexuais.

Ainda de acordo com o capitão, a mulher do espanhol, com quem teve uma filha, confirmou que ela própria foi aliciada, mas quando residia na Espanha.

Tudo o que sabemos sobre:
GoiásNiquelândiaAbuso sexual

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.