Especialista considera normal tubarões no litoral paulista

Nos últimos vinte dias, dois tubarões de mais de 200 quilos aparecem enroscados em rede de pescadores nas praias do litoral norte paulista. O primeiro foi encontrado com vida por três pescadores no final do mês de abril, na Praia Paúba, em São Sebastião. O outro foi localizado nesta terça-feira, na Praia Toque-Toque Grande, também com cerca de 200 quilos e quase dois metros de cumprimento.Apesar de causar surpresa entre os moradores dos bairros e pescadores, especialistas afirmam que o aparecimento de tubarões na costa marítima é normal e que geralmente eles não atacam ninguém. ?Ataques de tubarões são raros. Nós é que os atacamos? afirma o professor de Biociências da Usp (Universidade de São Paulo), José Carlos de Freitas.Ele diz que os tubarões que aparecem são cações, comercializados em peixarias e restaurantes. ?Os tubarões estão diminuindo e não aumentando. Antigamente existia muito mais, mas, hoje, milhares deles são caçados para serem comercializados.?Segundo o especialista, que trabalha também na Fundação do Mar em São Sebastião, o fato não é alarmante porque ?os tubarões estão em seu próprio habitat?: ?Não há motivo para medo. Os tubarões não atacam facilmente?.O professor esclarece que os tubarões têm sensores químicos e elétricos muito desenvolvidos, ?aguçados?, e geralmente são atraídos pelo cheiro das iscas colocadas pelos pescadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.