Especialistas falam da importância de assistentes sociais em delegacias

A professora de serviço social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) Luzia Fátima Baierl lembra que o trabalho de assistentes sociais em delegacias já foi tentado no passado. "Foi uma experiência curta, que não frutificou." Embora a primeira tentativa não tenha ido adiante, Luzia está otimista com a nova oportunidade. Para ela, a presença de assistentes sociais nas delegacias terá um papel fundamental para melhorar a relação entre a população e a Polícia Civil. Leia mais no Estadão

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.