Especialistas se dividem sobre a eficácia de medida

Para o ex-secretário de Transportes Adriano Branco, a redução da velocidade média nos picos demonstra que o espaço liberado pelos caminhões na ruas já foi tomado pelos automóveis, uma vez que a frota paulistana cresceu 6,2% nos últimos 12 meses. "Só oferecendo quantidade maior de transporte público vamos atingir o cerne da questão."Já o consultor Jorge Hori apoia as medidas restritivas a caminhões e adota o discurso do "ruim com elas, pior sem". "Não se deve comparar com a situação anterior (de congestionamentos e velocidade média), mas com o que seria se essas regras não tivessem sido aplicadas", afirma.

, O Estadao de S.Paulo

29 de junho de 2009 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.