Espuma cobre o Rio Tietê em Pirapora do Bom Jesus

As chuvas elevaram o nível das águas do Rio Tietê e fizeram aumentar a formação de espumas em Pirapora do Bom Jesus, a 50 quilômetros de São Paulo. Os blocos, formando um manto branco, cobriam 3 quilômetros do leito do rio, a partir da barragem da Eletropaulo, até o centro da cidade. Moradores e turistas se agruparam no largo da Igreja do Bom Jesus, principal atração turística da cidade, para observar o fenômeno. Em alguns pontos, a espuma avançava sobre as margens. A agitação da água após a passagem pelas turbinas liberava, além da espuma, um cheiro forte - outro indicador da poluição do rio. Alagamentos e trânsito lentoDepois de enfrentar um congestionamento de 81 quilômetros e 14 pontos de alagamento na manhã desta segunda-feira, 10, o motorista que trafega pela capital paulista no início desta noite encontra um trânsito bem tranqüilo.Às 18 horas, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrou 24 quilômetros de lentidão em toda a cidade. Índice considerado bem abaixo da média para o horário, que é de 40km.Os trechos mais complicados estão na Avenida dos Bandeirantes, sentido Marginal do Pinheiros, onde o engarrafamento é de 4,6 quilômetros, entre os viadutos Dante Delmanto e Santo Amaro.Na pista expressa da Marginal do Tietê, sentido Lapa-Penha, a lentidão é de 3,8 quilômetros, desde a ponte Casa Verde até a Rua Azurita. Já na Avenida Salim Farah Maluf, sentido Marginal do Tietê, o trânsito está carregado por 1,7 quilômetro, desde a Rua Padre Adelino até a Ponte do Tatuapé.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.