Está quase tudo pronto para os desfiles no Anhembi

Mudança no som, na iluminação e na pista promete surpreender a festa dos foliões em São Paulo

30 de janeiro de 2008 | 11h35

O sambódromo do Anhembi está quase pronto para os desfiles das escolas de samba. Neste ano, a passarela do samba conta com algumas novidades. A primeira delas é a alteração nas posições das caixas de som e de iluminação. Os postes que suportam as caixas acústicas foram recuados 1,5 m em toda a pista e os holofotes foram ajustados em diferentes locais da avenida. Porém, a reforma nos 530 metros da avenida só ficará pronta no dia das apresentações.   Segundo o membro da comissão de Carnaval da SPTuris Luiz Salles, a pista só não está pronta por causa dos ensaios técnicos e da chegada dos carros alegóricos ao sambódromo. "Não tem como pintar a pista com gente nela. Mas tiramos as camadas de tinta e arrumamos as imperfeições com uma nova camada de concreto", explica. "Só esperamos que a chuva dê uma trégua, mas, com certeza, tudo estará pronto para sexta-feira."   A reforma dos fossos que separam as arquibancadas da pista, local onde ficam as cadeiras, ficará para 2009. "O piso é mais baixo do que a pista, o que atrapalha a visão de quem está assistindo. Não deu para fechar tudo porque é uma obra de grande porte", diz Salles. Apenas os setores I, D e B do sambódromo passaram pela adequação.   Já com a nova posição das caixas de som, a acústica sairá ganhando e a música chegará mais "limpa" aos foliões, afirma Salles. O ângulo de propagação do som aumentou de 90 para 120 graus. "Antes, tínhamos pontos onde a qualidade do áudio era ruim", diz. O afastamento dos postes tem outro objetivo. "Eles atrapalhavam a visão do público nas cadeiras de pista. Até quem assistir os desfiles pela televisão verá a diferença", afirma.

Tudo o que sabemos sobre:
SambódromoReformaCarnaval

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.