AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

''Está tudo na maior paz'', afirma ministro

ENTREVISTA

João Domingos, O Estado de S.Paulo

04 de março de 2011 | 00h00

Carlos Lupi,MINISTRO DO TRABALHO E PRESIDENTE LICENCIADO DO PDT

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, atribuiu os atritos do PDT com a presidente Dilma Rousseff a "incompreensões de parte a parte", mas agora "já está tudo na maior paz".

Como foi o encontro com a presidente? Muitas cobranças?

Foi excelente. Fizemos despachos que tinham de ser feitos.

O sr. não se sentiu incomodado com a decisão da presidente de não chamar o PDT para a reunião dos partidos aliados?

Isso tudo é um pouco uma fábrica de sonhos de alguns que não se conformam de o PDT estar lá.

Mas a presidente mostrou descontentamento com a forma como o PDT votou o mínimo.

Isso é um pouco de incompreensão, por causa da votação do mínimo, mas já passou.

Incompreensão de quem? Da presidente?

De ambas as partes.

O senhor falou à presidente sobre essas incompreensões? Conversei rapidamente, sim.

E o que ela disse?

Disse: "Temos de nos entrosar. O PDT é do meu governo. O Ministério do Trabalho é do PDT, você está aí, é meu aliado. Vamos juntos. Vamos trabalhar".

Acabaram as incompreensões?

Sim. Está tudo na maior paz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.