Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Estação da Luz pode ficar 15 dias fechada

A Estação da Luz, no centro de São Paulo, poderá ficar fechada nos próximos 15 dias, até a conclusão de obras definidas nesta sexta-feira pela direção da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) e pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).Na última quinta-feira, com a forte chuva, bocas-de-lobo em dois pontos da plataforma não suportaram o fluxo de esgoto e de águas pluviais. Os trilhos ficaram encobertos por água e esgoto.Diariamente, 26 mil pessoas embarcam na Luz. Com a interdição, os passageiros terão de fazer baldeações em estações do metrô, o que pode levar a um acréscimo no tempo de viagem de até 25 minutos, segundo a CPTM.Os trens continuarão a passar pela estação, mas não haverá parada. Nesta sexta pela manhã, muitas pessoas foram surpreendidas. "Pego o trem aqui há uns 30 anos. Tenho uma empresa em Santo André e viajo todo dia. Não sei o que vou fazer agora", afirmou, inconformado, Davi Tenente, de 66 anos.Um estudo elaborado pelo gabinete do vereador Ricardo Montoro, líder do PSDB na Câmara, aponta negligência da Prefeitura na conservação e na limpeza de bocas-de-lobo na cidade. De acordo com ele, o orçamento de 2002 previa gastos de R$ 15,6 milhões para essas atividades. Entretanto, até agora a Prefeitura só gastou 58% dos recursos (R$ 9,1 milhões).A Secretaria das Subprefeituras refutou os cálculos, afirmando que 94% das verbas foram destinadas à prevenção e combate de enchentes e conservação e limpeza de bocas-de-lobo, córregos, galerias e ramais. O saldo das verbas deverá ser gasto até o fim de dezembro.

Agencia Estado,

29 de novembro de 2002 | 19h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.