Estado de saúde de jovem que caiu da Rio-Niterói permanece estável

Ela caiu de uma altura de 72 metros e sofreu uma lesão no braço, mas está lúcida e respira sem ajuda de aparelhos

Thaise Constancio, O Estado de S. Paulo

05 de março de 2014 | 19h16

RIO - Permanece estável o estado de saúde de Marina Pinto Borges, de 22 anos, a jovem que caiu de uma altura de 72 metros na Ponte Rio-Niterói após capotar sete vezes na segunda-feira. A jovem está internada no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Pasteur, no Méier, na zona norte do Rio e poderá ser transferida para um quarto particular a qualquer momento.

Marina está lúcida, estável e respira sem ajuda de aparelhos. Ela sofreu uma lesão no baço e foi transferida do Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro, para o Pasteur na anteontem.

A jovem seguia de São Gonçalo, na região metropolitana, para o Rio, quando perdeu o controle do carro após uma freada brusca de um veículo na frente. Após bater na mureta central, capotou sete vezes e caiu na Baía de Guanabara.

Marina usava cinto de segurança e o airbag foi acionado com o impacto da batida. Já na água, ela conseguiu se soltar e sair do carro. Ela boiava semiconsciente e foi resgatada por uma lancha e um navio rebocador que trabalhavam na manobra de navios no Porto do Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
Rio-Niteróiacidentequeda ponte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.