Estado libera R$ 180 milhões para obras em SP

O governo de São Paulo anunciou hoje a liberação de R$ 180 milhões para obras em parceria com a prefeitura da capital. O anúncio foi feito pelo governador em exercício, Geraldo Alckmin, depois de uma reunião entre ele, o governador licenciado, Mário Covas, e dez secretários para definir como o governo poderia colaborar com a prefeita Marta Suplicy (PT), que se reuniu na última segunda-feira com Alckmin.O dinheiro será aplicado na construção de cinco piscinões na bacia do Pirajussara, em 4,5 mil a 5 mil casas populares e nas obras para seis Centros de Detenção Provisória (CDP). Em contrapartida, a prefeitura cederia os terrenos. "O terreno, em média, corresponde a 10% do valor de uma obra" explicou Alckmin."A construção dos piscinões ocorrerá de maneira gradativa, à medida que a prefeitura for cedendo os terrenos", disse Alckmin. Para as unidades habitacionais, o governo precisaria de 280 mil a 290 mil metros quadrados de terrenos.Para a área da segurança, o governo está priorizando a desativação da carceragem em distritos policiais com a transferência dos presos para Centros de Detenção Provisória (CDP)."Cada CDP tem capacidade para 800 presos, ou seja, a construção de um CDP permitirá desativadar até sete carceragens", explicou. Cada CDP necessita de 10 mil metros quadrados de área.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.