Estados não usam verbas da segurança

Apesar da grita geral contra a escassez de verbas federais para o combate à violência, R$ 637 milhões, ou seja, 93% do total repassado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senad), em 2001 e 2002, ainda não foram integralmente aplicados pelos Estados. Segundo dados da Senad, em 2001, dos R$ 378 milhões repassados, apenas R$ 35 milhões resultaram em convênios. No ano seguinte, a verba diminuiu para R$ 305 milhões e o valor aplicado se resumiu a apenas R$ 10 milhões. Este ano, 35% do orçamento da pasta, ou seja, R$ 126 milhões, já foram repassados ou comprometidos. "O dinheiro está com os Estados desde 2001 e 2002 e eles não conseguem executar", afirmou o titular da pasta, Luiz Eduardo Soares, sem precisar quais os Estados ainda não usaram os recursos. Ele culpou a burocracia, a incompetência e a corrupção pela falta de aplicação do dinheiro repassado do governo federal aos Estados.

Agencia Estado,

30 Junho 2003 | 20h43

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.