Estagiária morre em unidade do Exército no Rio

Aluna sentiu-se mal após realização da primeira atividade em campo com grupo

Solange Spigliatti, Central de Notícias

09 de fevereiro de 2011 | 18h08

SÃO PAULO - A 3ª Sargento Técnico Temporário Daiana Pereira Fernandes, aluna do Estágio Básico de Sargento Temporário (EBST), modalidade do Serviço Técnico Temporário do Exército Brasileiro, morreu na última segunda-feira, 7, durante a primeira atividade do exercício de campo.

Segundo nota da assessoria do Comando Militar do Leste, a militar sentiu-se mal após a realização de uma pista de progressão diurna de aproximadamente 300 metros. Ela foi socorrida e encaminhada ao Hospital Geral do Rio de Janeiro (HGeRJ), e medicada, permanecendo em observação até as 21 horas, quando foi liberada para o retorno ao local de instrução, onde ficou em repouso. Por volta de 1h30, a aluna foi novamente encaminhada ao HGeRJ.

Como seu estado de saúde se agravou, ela foi transferida para o Hospital Central do Exército (HCE), e internada no Centro de Tratamento Intensivo (CTI), onde permaneceu até o dia 7, quando foi constatada sua morte cerebral.

Daiana foi voluntária para ingressar nas fileiras do Exército Brasileiro, sendo submetida a um processo seletivo e considerada apta, juntamente com 122 outros estagiários, sendo 78 mulheres e 45 homens, totalizando 123 alunos.

Tudo o que sabemos sobre:
morteExércitoRioestagiária

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.