Estelionatários usavam celular do governo de MS

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul prendeu ontem 21 pessoas acusadas de usar celulares com linhas exclusivas do governo do Estado. Comerciantes, estudantes e funcionários de uma loja que vende aparelhos estavam usando os telefones e o governo pagava a conta. "No primeiro semestre, os gastos com ligações desses celulares chegaram a R$ 500 mil", disse o relações-públicas da polícia, delegado Fernando Paciello, "Os golpistas não são funcionários públicos", garantiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.