Estiagem deixa cidades do AM em estado de emergência

O governo do Amazonas homologou neta quarta-feira, 7, estado de emergência nos municípios de São Gabriel da Cachoeira, a 858 quilômetros de Manaus e Santa Isabel do Rio Negro, a 630 quilômetros de Manaus. Os municípios sofrem com uma estiagem atípica há cerca de 20 dias. Segundo a Defesa Civil Estadual, há 200 comunidades isoladas em São Gabriel e aproximadamente outras 100 em Santa Isabel, ou cerca de 16 mil ribeirinhos.De acordo com o Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), as chuvas que foram raras na região por causa dos efeitos do El Niño voltam ao normal neste fim de semana. Hoje o rio Negro, que banha as duas cidades, está cerca de 3 metros mais seco em relação ao mesmo período do ano passado. Em Santa Isabel, o nível do rio Negro ontem estava em 1,09 metro e em São Gabriel 3,80.O vice-prefeito de São Gabriel, Jonas Marques Tavares, afirmou que no último domingo choveu forte na região e o nível do rio está estável desde então. "Esperamos que nos próximos dez dias se normalize, mas a chegada dos mantimentos é urgente. Alguns comerciantes já começaram a fretar aviões para trazer mantimentos, já que os barcos não estão chegando".No sábado, o governo do Estado deve enviar em aviões do Exército 5 mil cestas básicas aos municípios. Segundo o secretário de governo José Melo, embora isoladas, as comunidades ainda têm água potável e estoque de combustível para mais um mês, de acordo com informações dos prefeitos.A assessoria da Capitania dos Portos informou que aconselha as embarcações que estejam se dirigindo à região adiem as viagens, já que as previsões é que a estiagem não dure até o fim deste mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.