Estilistas se unem para valorizar Alto Jardins

Região da Alameda Franca tem imóveis mais baratos que a da Oscar Freire, algumas ruas abaixo

Valéria França, O Estadao de S.Paulo

08 de dezembro de 2007 | 00h00

Eles são amigos e estilistas. E agora têm um projeto em comum: dar nova fachada à esquina da Alameda Franca com a Rua Bela Cintra, nos Jardins, zona sul. Ali, há um casarão de dois andares, que ficou vazio por mais de cinco anos. Depois de muita conversa com o proprietário, essa turma de descolados conseguiu ocupá-lo com suas grifes, famosas entre os modernos da cidade. Hoje, elas abrem suas portas, com produtos e apelos diferentes. Sorte do paulistano, que ganha uma espécie de galeria de rua bem diferenciada, o Recanto do Alto Jardins. A grife Do Estilista, de Marcelo Sommer, apresenta peças lúdicas e criativas, como os brincos de esqueleto e o cinto de borboleta. Ele também trabalha com alfaiataria, camisetas e tênis exclusivos. Fábia Bercsek, estilista com grife de mesmo nome, desenvolve uma coleção feminina urbana. Nas araras da etiqueta, Há uma Santa, da arquiteta Stefania Tarikian e da publicitária Camila Menna Barreto, uma surpresa: na contramão da tendência de alto verão, a grife não produziu roupas estampadas. Já a D?Arouche prioriza o conforto da mulher que trabalha fora. E por fim, a Lê Sacs complementa com bolsas e carteiras feitas a partir de tecidos sofisticados, combinados com antílope e couro de vestuário. A idéia de montar o Recanto partiu de Ana Strumpf, dona da Garimpo+Fuxique, uma loja que mistura artigos de decoração e moda, que há um ano mudou da Rua Oscar Freire para a Rua Bela Cintra, bem ao lado do tal prédio vazio. "O ponto é ótimo, mas não tem o mesmo movimento do antigo endereço", conta Ana. "Achei que, se conseguisse reunir um grupo de gente talentosa para ocupar o espaço vizinho, seria muito bom para os negócios. Então liguei para o Sommer, que chamou a Fábia, que chamou outra amiga..." E por aí foi, até fecharem o grupo. "Todo mundo gostou", diz o estilista Marcelo Sommer. "O restante dos Jardins está superinflacionado." Apesar de ser veterano no mundo da moda, Sommer lançou a Do Estilista no início do ano na São Paulo Fashion Week. "Todas as grifes do Recanto são novas. Ninguém do grupo teria condições de abrir na Rua Oscar Freire. Além disso, o aluguel saiu mais barato do que o de uma loja na Galeria Ouro Fino, na Rua Augusta. "Na Rua Oscar Freire, o aluguel do metro quadrado sai em média por R$ 100, fora as luvas. "Não há imóvel disponível para locação ali", diz a empresária do ramo imobiliário Valentina Caran. A Rua Augusta tem imóveis por R$ 20 o metro quadrado - e a Alameda Franca, por R$ 30. "Queremos atrair o mesmo público que compra na Rua Oscar Freire", diz Ana. "Com peças modernas e criativas, o Recanto pode virar referência no bairro."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.