''Estou louco para virar um novo caseiro'', diz Atella

"Estou louco para virar um novo caseiro", reagiu ontem Antônio Carlos Atella Ferreira ao ser questionado sobre sua filiação ao PT. O contador se referia a Francenildo Costa, caseiro que teve o sigilo bancário violado em 2006 no escândalo que culminou com a saída do ex-ministro Antonio Palocci do governo. "Se eu fui filiado ou não é problema pessoal meu", declarou Atella. "Se suas fontes estão dizendo, acredite nelas e coloque aí." O contador se esquivou de dizer se ocupou cargos no partido. "Põe aí que sou dono do PT."

Fausto Macedo e Bruno Tavares, O Estado de S.Paulo

04 de setembro de 2010 | 00h00

Antes de desligar, Atella protestou: "Estou comendo aqui meu coquetel de camarão. Estou há 3 dias sem trabalhar atendendo vocês e nem o seu jornal e nem o partido vão pagar por isso. Quem paga minhas contas sou eu. Tchau."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.