Estouro de adutora deixa 750 mil sem água na zona sul de SP

Tubulação rompeu-se em frente ao Shopping Morumbi; previsão é de que reparos terminem à noite

Ricardo Valota, da Central de Notícias,

07 de fevereiro de 2010 | 12h53

O estouro de uma adutora de grande porte deixa pelo menos 750 mil moradores sem água desde as 6 horas deste domingo, 7, nas regiões do Morumbi, Vila Sônia, Pirajuçara, Butantã (zonas sul e oeste de São Paulo) e em parte dos municípios de Taboão da Serra e Embu, região sudoeste da Grande São Paulo.

 

A tubulação, de 1,5 metro de diâmetro, se rompeu por volta das 5 horas na esquina entre as avenidas Roque Petroni Júnior e Chucri Zaidan, em frente ao Shopping Morumbi. Uma hora depois, técnicos da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) fecharam o registro da rede para iniciar o conserto.

 

Segundo a Sabesp, o trecho da tubulação está enterrado numa profundidade de oito metros, o que torna complexo o trabalho de conserto. Escoras metálicas foram feitas para que os funcionários da empresa de distribuição de água pudessem entrar no solo com segurança.

 

Como a rede danificada é de grande porte, não foi possível a Sabesp realizar um redirecionamento na distribuição. A previsão é de que até o início da noite deste domingo, o conserto esteja pronto e as casas localizadas nos bairros mais baixos comecem a ter de volta água em suas torneiras.

Mais conteúdo sobre:
tubulaçãoSão PauloSabesp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.