Estradas de São Paulo registraram nove mortes no feriado

Seis pessoas morreram em acidentes na Rodovia Presidente Dutra, que liga São Paulo ao Rio de Janeiro, nos quatro dias de feriado prolongado do aniversário da capital paulista, segundo balanço divulgado nesta segunda-feira pela NovaDutra, que administra a via. A concessionária trabalhou com a estimativa que 184 mil veículos trafegaram no sistema durante o feriado. Ao todo, houve 65 acidente, nos quais 56 pessoas saíram feridas. Nas Rodovias Castelo Branco e Raposo Tavares o movimento foi mais intenso. O número de acidentes, no entanto, bem menor. A Viaoeste, empresa responsável pelo sistema, contabilizou 370 mil veículos, enquanto a expectativa era de 360 mil. Entre quarta-feira e domingo, foram registrados 32 acidentes, com 16 vítimas, nenhuma fatal. No Sistema Anchieta-Imigrantes mais de 329 mil veículos usaram as vias rumo à Baixada Santista, litoral de São Paulo. O número ficou dentro da expectativa da Ecovias. Quanto aos acidentes, ocorreram 216, sendo que 82 deles sem vítimas e 44 com vítimas. Três pessoas morreram, sete ficaram gravemente feridas e 63 vítimas leves. A concessionárias não estabeleceram uma comparação com o ano passado, pois na data em questão o feriado caiu numa quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.