Estradas federais no Rio têm 73 acidentes e 3 mortes no feriado

Operação Zumbi, no Dia da Consciência Negra, aplicou também mil multas; não houve apreensão de drogas

Agência Brasil,

21 de novembro de 2008 | 15h04

A Operação Zumbi, iniciada na quarta-feira nas rodovias federais no Rio com o objetivo de proporcionar maior fluidez ao trânsito e segurança aos motoristas, registrou 73 acidentes e três mortes em dois dias de atividades. Até esta sexta-feira, 21, foram aplicadas cerca de mil multas. Veja também:Data lembra a morte de Zumbi dos Palmares Reitor da Unipalmares fala no combate ao racismo I  Reitor da Unipalmares fala no combate ao racismo II  Saiba em quais cidades é feriado no dia 20   A operação conta com o trabalho de 800 policiais posicionados em pontos estratégicos das rodovias. O inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF) André Luiz Azevedo disse que as causas mais comuns de acidentes são imprudência dos motoristas e condições físicas das vias. Segundo ele, um núcleo de operações especiais fiscaliza crimes como tráfico de drogas. "Na região metropolitana do Rio, que é cortada por rodovias e apontada como área crítica, há um policiamento especializado. As divisas do estado recebem um reforço policial para evitar a chegada de entorpecentes e produto contrabandeado ao Rio de Janeiro." O inspetor disse ainda que até esta sexta não houve apreensões de drogas, o que deve estar relacionado à maior fiscalização e às chuvas do início do feriado do Dia da Consciência Negra, comemorado na quinta, em homenagem a Zumbi dos Palmares, principal ícone da luta contra a escravidão no País.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.