Estradas que levam às praias de SP têm trânsito intenso

No primeiro dia do feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida, as estradas que levam ao litoral paulista têm trânsito intenso e alguns trechos de lentidão, mas até as 12 horas, não havia registros de acidentes graves. A Ecovias, concessionária que administra o sistema Anchieta Imigrantes, contabilizou que 139 mil veículos já passaram pelos seus pedágios desde a zero hora de quarta-feira, 11, quando começou a contagem. A concessionária estima que entre 260 e 380 mil veículos devem seguir para a Baixada Santista durante o feriado.O tráfego permanecia lento por volta das 12 horas no trecho de planalto da Rodovia dos Imigrantes, entre os quilômetros 28 e 35, e também na altura do quilômetro 29 da via Anchieta, na altura de São Bernardo do Campo.O sistema opera no esquema 7X3, com descida pelas duas pistas da Via Anchieta e pela pista sul da Rodovia dos Imigrantes. Para o retorno à capital, o motorista utiliza a pista norte da Rodovia dos Imigrantes.Na Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, que liga o litoral Sul à Rodovia Anchieta, o trânsito é intenso, mas até o início da tarde desta quinta não havia pontos de lentidão nem registros de acidentes.Litoral nortePara os turistas que seguem em direção ao litoral norte do Estado, a situação não é muito diferente. Na Rio-Santos (BR-101), o trânsito por volta das 12 horas era intenso mas fluía bem. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual não havia registros de acidentes. A má notícia fica apenas por conta do tempo, que está fechando e com nuvens que indicam que vai chover.Na Rodovia dos Tamoios, que liga São José dos Campos a Caraguatatuba, o trânsito era intenso no sentido litoral e havia morosidade nos quilômetros 18 e 28. Desde as 7 horas da manhã, foram contabilizados nove acidentes leves e sem vítimas, basicamente de colisão traseira, segundo a polícia. Já na Rodovia Oswaldo Cruz, que vai de Taubaté a Ubatuba, o tráfego estava acima do normal, mas fluía bem e não havia pontos de lentidão. O tempo estava nublado na região, porém a visibilidade era boa nas duas estradas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.