Estradas tiveram tráfego intenso, mas dentro do previsto

A véspera do feriado de Páscoa trouxe um grande fluxo de veículos nas ruas, avenidas e estradas de São Paulo. Nesta quinta-feira, 5, o movimento foi intenso nas rodovias, principalmente das 17 às 21 horas, contudo com poucos pontos de congestionamento. Na Capital, às 19h30 havia 132 km de lentidão. Pelas vias Anhangüera e Bandeirantes, 84,9 mil veículos deixaram a cidade de São Paulo, até as 22 horas. Número que concessionária Autoban considerou dentro da estimativa formulada. No período, houve 30 acidentes nas duas vias, com 12 feridos e uma vítima fatal. Por volta das 6 horas, o motorista de uma carreta morreu após o veículo, carregado com bobinas, tombar na via Alberto Panzan, que liga as rodovias Anhangüera e Bandeirantes, na região de Campinas. Os números de veículos também ficaram dentro do fluxo previsto nas rodovias Castelo Branco e Raposo Tavares, que liga a Capital aos municípios do oeste do Estado. Hoje, até as 22h30, 44 mil veículos haviam usado a Castelo rumo ao interior, e 10,1 mil, a Raposo. Durante o dia, registrou-se cinco acidentes, quatro deles sem vítimas. No Sistema Anchieta-Imigrantes, 121 mil veículos já haviam passado para a Baixada Santista, desde o início da contagem da Ecovias para o feriado. A concessionária prevê que de 250 a 350 mil veículos usem as vias no período. No decorrer do dia, não houve acidentes graves. Aeroportos Dados da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), divulgados às 18 horas, sugeriram uma situação aparentemente tranqüila nos aeroportos de São Paulo. No Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, de 153 vôos programados, 18 tiveram atrasos (11,8%) e oito foram cancelados (5,2%). O Aeroporto Internacional de Congonhas, na zona sul da Capital, registrou índices pouco menores. Houve 22 atrasos (9,1%) e um cancelamento (0,4%).

Agencia Estado,

06 Abril 2007 | 00h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.