Estudante acusa seguranças de agredi-lo em casa noturna

O estudante Júlio Pereira das Neves, de 22 anos, acusa quatro seguranças da casa noturna Alles Bier, no distrito de Sousas, em Campinas, de tê-lo agredido sem motivos. Ele sofreu ferimentos na cabeça e levou sete pontos em um corte na testa. O rapaz participava de um festa promovida pela Faculdade de Medicina da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), na qual cursa o terceiro ano, no final de semana. A agressão foi registrada no 4º Distrito Policial como lesão corporal dolosa. Neves estava na casa noturna, na madrugada de sábado, em um grupo de amigos, quando foi abordado por um segurança. Ele contou que tentou se desvencilhar e outros três surgiram para agredi-lo. Segundo a mãe do rapaz, a médica Ana Maria Alves de Lima, o corte na testa foi provocado por uma joelhada e causou o desmaio do filho. Neves foi atendido na enfermaria da casa noturna e levado para o Hospital das Clínicas da Unicamp pelos amigos, onde foi atendido e liberado no dia seguinte. A médica afirmou desconhece os motivos da agressão e prometeu processar os responsáveis pela Alles Bier. Ninguém foi encontrado hoje na casa noturna para falar a respeito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.