Estudante cearense é encontrada morta a tiros nos EUA

A polícia de Orlando, na Flórida (EUA), encontrou o corpo da brasileira Nara Bezerra Veras, de 20 anos, nesta segunda-feira, 23. As autoridades americanas ainda estão investigando o motivo da morte. A brasileira foi encontrada morta a tiros, por policiais, nas proximidades de um viaduto. A polícia levanta duas hipóteses para o crime: briga de trânsito ou assalto. Nara, que cursava psicologia na Universidade de Fortaleza (Unifor), no Ceará , havia quatro meses fazia intercâmbio cultural em Orlando. Abalados, familiares da estudante afirmam que ela deveria voltar para o Brasil nos próximos dias. Interpol O tio da garota, o ex-deputado estadual Manoel Veras - atualmente conselheiro do Tribunal de Contas dos Municípios do Ceará -, foi nesta segunda-feira, 23, à sede da Polícia Federal, em Fortaleza, para renovar o passaporte. Ele deverá embarcar amanhã para os Estados Unidos, para providenciar a liberação do corpo. De acordo com uma fonte da Interpol, as investigações sobre as causas da morte da estudante serão conduzidas pela própria polícia norte-americana. A família acredita que Nara tenha morrido entre quinta-feira e sábado da semana passada, já que ela falou com a mãe, por telefone, na quinta-feira. Parentes de Nara no Ceará foram comunicados sobre a morte no sábado.

Agencia Estado,

23 Abril 2007 | 23h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.