Estudante de direito é preso ao se passar por juiz em boate no Rio

Alcoolizado, homem teria agredido algumas mulheres no estabelecimento, na zona sul da cidade

Priscila Trindade, Central de Notícias

20 de agosto de 2010 | 17h00

SÃO PAULO - Um estudante de direito de 32 anos foi preso na madrugada desta sexta-feira, 20, por se passar por juiz em um bar em Ipanema, na zona sul do Rio de Janeiro.

 

Segundo a polícia, o homem estava alcoolizado e teria agredido algumas mulheres dentro do estabelecimento. A agressão foi filmada pelas câmeras de circuito interno do local.

 

Ao ser abordado, o agressor xingou os policiais militares e disse que era juiz de direito. Na delegacia, ele apresentou uma carteira falsa de juiz arbitral, com um brasão da república.

 

Ele foi autuado por falsificação de selo ou sinal público e injúria e será encaminhado à Polinter. O preso já foi autuado anteriormente pelos crimes de dano e ameaça.

Tudo o que sabemos sobre:
Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.