Estudante de psicologia teria ido comprar drogas

A estudante de Psicologia Kaline Cantelli Boer, de 22 anos, destoava das companhias de cela na Delegacia Seccional de Americana. Indiciada ontem por extorsão mediante seqüestro e formação de quadrilha com outras duas pessoas, a jovem é estudante da Faculdade de Americana (FAM) e moradora do Frezarin, bairro de classe média alta de Americana.Ontem, ela recebeu à tarde a visita de dois advogados e do pai, Sigfredo Joaquim Boer. "Trouxe umas coisas. Tem uma Bíblia", contou o pai.A defesa de Kaline informou que vai pedir a liberdade provisória da garota, sob a alegação de que ela estava no lugar errado na hora errada, já que teria ido ao local comprar drogas. De acordo com Boer, Kaline estava em tratamento psicológico e era viciada em crack havia três anos. Loira, aluna de boas escolas de Americana e com uma condição social diferente da dos demais suspeitos, Kaline tinha uma passagem pela polícia. Por tráfico. Ela deve ser transferida para a Cadeia Feminina de Leme.T.F.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.