Estudante detona bomba durante aula

O estudante Flávio Augusto Rozin, de 18 anos, machucou a perna esquerda ontem à noite, quando uma bomba caseira que levava dentro da bolsa explodiu durante a aula de informática no Colégio Estadual Arnaldo Buzatto, em Verê, a 485 quilômetros de Curitiba, no sudoeste do Paraná. Depois de medicado, o estudante foi preso. Dez outros alunos estavam na sala, mas além do susto, não houve maiores conseqüências.Rozin disse que pretendia largar a bomba na rua, depois da aula, como brincadeira, e que somente houve a explosão dentro da sala de aula porque a bolsa caiu no chão. No entanto, a polícia acredita que ele tinha intenção de usar o explosivo para ferir alguém. Quando morava em Laranjeiras do Sul, de onde mudou-se há cerca de um ano, ele já havia sido detido por portar uma garrucha, também de fabricação caseira.A diretora do colégio, Dotilde Matei Carletto, disse que provavelmente Rozin tenha se esquecido da bolsa, ao se concentrar no computador, e ela caiu provocando a explosão. A bomba era feita com pedras, pólvora e plástico. De acordo com a diretora, o rapaz já tinha apresentado problemas disciplinares. "Mas estava sendo controlado", afirmou. O Conselho Escolar reuniu-se e decidiu por uma suspensão de oito dias, aguardando o relatório da perícia e da polícia para discutir outras possíveis penalidades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.