Estudante é assassinado em sala de aula em Salvador

O estudante Paulo Sérgio Silva Andrade, de 25 anos, foi morto a tiros em plena sala de aula ontem à noite no Colégio Estadual Almirante Barroso, situado no subúrbio ferroviário de Paripe. A polícia identificou Alan Aragão, o "Mão", como o autor do disparo. Ele ainda está sendo procurado por agentes da 5ª Delegacia de Polícia de Salvador.Andrade, pai de três filhos, trabalhava como vendedor durante o dia e estudava à noite. Ontem chegou à escola por volta das 19h50. Ao entrar na sala só teve tempo de cumprimentar a professora e os colegas: Alan já o esperava com um comparsa e disparou dois tiros contra a cabeça da vítima. A professora desmaiou com a cena e os alunos entraram em pânico. Na confusão os criminosos deixaram a escola tranqüilamente.A mãe de Andrade, Heraldina Silva, disse à polícia que Alan havia ameaçado o filho no ano passado. "Ele pediu dinheiro para meu filho, que se negou a dar", contou a mulher, acrescentando que, por causa disso, Alan prometeu se vingar. O criminoso é conhecido na 5ª Delegacia: é acusado de ter praticado outros quatro assassinatos. Ele havia sido preso recentemente mas conseguiu ser libertado graças a uma habeas corpus obtido na Justiça baiana.

Agencia Estado,

28 de fevereiro de 2002 | 13h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.