Estudante é sequestrado e morto por causa de festa

O estudante de Turismo, Rodrigo de Faria Escobar, 23 anos, foi sequestrado e morto por causa de R$ 100,00, no Mato Grosso do Sul. Ele estava desaparecido desde sábado passado. O corpo foi encontrado terça-feira com sete perfurações de balas calibre 12, jogado em um terreno baldio da BR-163, na periferia da capital Campo Grande.A polícia apresentou hoje a quadrilha autora do sequestro, composta por Jades Silveira Lopes, 20 anos, Jorge Taveira Lopes Júnior, 22 anos, Murilo Santos Souza, 21 anos Paulo Eduardo Franco, 23 anos e os menores T.C.S. e T.P.F. Eles exigiram da família da vítima resgate de R$ 1 mil para irem à festa rave "Quinto Elemento", realizada final de semana no Parque das Nações Indígenas, centro de Campo Grande.A família não dispunha da quantia e o resgate foi reduzido para R$ 600,00. Mas rapazes acabaram aceitando R$ 100, que receberam pessoalmente da mãe da vítima. Antes de receber os R$ 100,00, Paulo Franco e T.F.P, mataram Rodrigo utilizando uma espingarda calibre 12, do pai do menor T.F.P., conforme confessaram na polícia, onde o pai de um dos dois entregou a arma hoje no final da tarde. Eles disseram também que a vítima poderia denuncia-los, e decidiram pelo assassinato. A delegada Sidnéia Tobias informou que toda a quadrilha foi indiciada por sequestro seguido de morte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.