Estudante ferido a tiros em Campinas pode ficar tetraplégico

O adolescente de 16 anos feridoa tiros ontem (26) à tarde dentro da Escola Estadual OrosimboMaia, no centro da Campinas, a 90 quilômetros de São Paulo, deveficar tetraplégico. A informação consta do boletim médicoassinado pelo neurocirurgião Yvens Barbosa Fernandes. Três tirosatingiram o rapaz e seu estado de saúde é considerado grave, masestável. Hoje de manhã, ele estava consciente, de acordo comFernandes. O estudante permanece internado no Centro Médico,para onde foi transferido após ter sido socorrido no HospitalMunicipal Mário Gatti. Marcelo Rosa Nascimento, de 20 anos, acusado de ser oautor dos disparos, está preso em Campinas. Ele confessou ocrime e relatou à polícia que o cometeu por vingança. Teria sidoagredido pela vítima um dia antes. A namorada do adolescenteseria o pivô da briga. Nascimento foi até a escola ontem(26) à tarde, pediu quechamassem o rapaz e disparou contra ele com um revólver calibre38. Disse à polícia que passou a noite pensando na vingança enão se arrependeu do crime. Ele tem passagem na polícia porporte ilegal de arma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.