Estudante morre após ser arrastada por enxurrada na Grande Curitiba

Outra garota também foi levada quando saia de centro de apoio a jovens no meio de uma tempestade, mas foi resgatada

Evandro Fadel, O Estado de S.Paulo

15 de fevereiro de 2011 | 10h54

CURITIBA - A estudante Sandra da Luz dos Santos, de 11 anos, morreu no fim da tarde de segunda-feira, no Jardim Gramado, em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba, ao ser arrastada por uma enxurrada quando saia do Centro de Atendimento Integral à Criança e ao Adolescente (Caic). O corpo foi encontrado à noite enroscado em galhos de árvores no bairro Tanguá, na divisa entre Almirante Tamandaré e Curitiba.

 

Veja também:

linkChega a 120 o total de cidades em emergência em MG

 

Outra criança, de 9 anos, que estava junto com Sandra, também foi arrastada pela enxurrada, mas dois colegas conseguiram salvá-la. A prefeitura do município disse que será instaurada sindicância para apurar as circunstâncias em que as crianças são liberadas em dias de chuva.

 

Um balanço divulgado pela Defesa Civil do Estado aponta que 1.607 pessoas foram afetadas pelas chuvas de segunda-feira, a maioria (1.503) em Almirante Tamandaré. No município, 180 pessoas acabaram desalojadas, indo para casas de parentes ou conhecidos. Outras 50 precisaram de apoio público para passar a noite em Almirante Tamandaré, e, em Campo Largo, 30 pessoas procuraram abrigo.

 

Além da morte da estudante, outras dez pessoas feriram-se levemente. Em um dia, choveu cerca de 50% do volume esperado para todo o mês de fevereiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.