Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Estudante que atacou família é preso perto de casa

O estudante Laeandro Francisco da Silva, de 18 anos, foi preso quando se escondia em um matagal na Rua Vanda Bueno Coelho, em Vila São José, São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. O jovem é acusado de matar a mãe, Irma Francisco Silva, 51; a irmã gêmea, Leide Francisco Silva, 18; e de ferir o irmão mais novo, também estudante, Egídio Umberlino Francisco Silva Filho, 16. Armado com duas facas de cozinha e um martelete, o estudante atacou a família dentro de casa, às 22h da quarta-feira, na Rua Afonso Furtado de Mendonça, em Vila Silvina, próximo ao local onde foi preso na noite desta 5ª feira. Vizinhos e moradores do bairro que conhecem Leandro viram o jovem escondido no matagal e acionaram a PM. Policiais militares da 6ª Companhia foram para o local e detiveram o estudante, que foi levado à delegacia e indiciado por duplo homicídio doloso e tentativa de homicídio no 01º Distrito Policial de São Bernardo. Segundo o que a polícia apurou junto ao irmão de Leandro, sobrevivente, o pai deles, Egídio Francisco da Silva, funcionário da montadora Ford e que trabalha no periodo noturno, é um nordestino que sempre foi muito rígido na educação com os filhos; não gostava que a mãe saísse de casa e estava irritado com a filha, que havia conseguido um emprego em uma loja do Mc Donald´s. Leandro, seundo o pai e o irmão, não se dava bem com a família e era muito calado. O jovem, há 3 meses, já havia ferido a mãe na cabeça com uma garrafada.

Agencia Estado,

15 de agosto de 2003 | 09h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.