Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Estudante seqüestrado há 20 dias é solto em SP

Terminou, na tarde deste sábado, a agonia de um estudante paulistano que, há 20 dias, estava nas mãos de seqüestradores. Após uma denúncia anônima, policiais militares da Força Tática do 2º Batalhão, com a ajuda de colegas das Rondas Ostensivas com Auxílio de Motocicleta (Rocam), libertaram, por volta das 16h de ontem, o estudante universitário de Fisioterapia, L.F.A., de 19 anos, de um cativeiro localizado na Favela do Barranco, em Cidade A. E. Carvalho, zona leste da capital paulista.A vítima, segundo a polícia, depois de ter sido seqüestrada, passou por 3 cativeiros e foi obrigada a usar um óculos de natação pintado, o que deixou ambos os olhos inchados. O estudante foi dominado pela quadrilha por volta das 11h30 do dia 14 de outubro em Itaquera, bairro onde mora.Sem saber que o rapaz era filho de um comerciante do ramo de materiais para construção civil, os bandidos insistiram no pagamento de um resgate no valor de R$ 1 milhão. No cativeiro, foram presos 5 bandidos, dois deles menores. Com os criminosos os policiais apreenderam uma pistola 380 e 50 trouxinhas de maconha.A quadrilha foi encaminhada à Divisão Anti-Seqüestro. A polícia credita que a vítima ficaria por tempo indeterminado nas mãos dos bandidos, que estava irredutíveis em relação ao valor do resgate, pois não sabiam que a família do estudante não era rica.

Agencia Estado,

03 de novembro de 2002 | 06h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.