Estudantes apedrejam ônibus em protesto contra nova tarifa

Um estudante foi atropelado e ferido por um ônibus, nesta sexta-feira à tarde, em Londrina, no norte do Paraná, durante protesto contra o aumento do preço da tarifa do transporte urbano de R$ 1,35 para R$ 1,60. O protesto ganhou grandes proporções quando os estudantes bloquearam as entradas do Terminal Urbano de Londrina, impedindo que os ônibus saíssem. A tensão aumentou quando a Polícia Militar tentou fazer uma barreira e permitir a saída dos veículos. Várias pessoas postaram-se diante dos ônibus. O estudante Anderson Amaurílio da Silva, de 21 anos, acabou escorregando para baixo de um dos veículos e foi atropelado. Um homem entrou pela janela do ônibus para exigir que o motorista parasse o ônibus. O rapaz foi levado para o hospital por policiais, enquanto a multidão apedrejava dois ônibus. Anderson foi operado na noite desta sexta-feira na Santa Casa de Londrina. O motorista do ônibus deve responder a inquérito por lesões corporais. A Polícia Militar requisitou fitas de vídeo para tentar identificar os culpados pelo tumulto. Assustados, os passageiros arrancaram a janela de emergência e pularam do coletivo. Como as ruas próximas ficaram cheias de gente, algumas contra e outras a favor do protesto, houve mais confusão, que terminou somente com a chegada da Tropa de Choque da PM. Com o reforço policial, os ônibus voltaram a trafegar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.