Estudantes cariocas se trancam em jaula de macacos

Quatro universitários trocaram hoje de lugar com os macacos e passaram o dia numa jaula do Jardim Zoológico do Rio transformada em casa. Eles participaram da experiência ?Big zoo?, inspirada no programa Big Brother Brasil, da Rede Globo, e surpreenderam quem passeava pelo local. Do lado de fora da jaula, a direção do zôo colocou um painel cominformações da espécie Homo Sapiens. ?É engraçado ver gente como bicho?, disse a dona-de-casa Regina Rodrigues, de 39 anos, que passou o feriado no zôo com a família.Muitas crianças estranhavam o fato de ver seres humanos no lugar dos macacos e perguntavam aos pais: ?Que bicho é esse?? O objetivo do projeto, desenvolvido pelo Centro de Educação Ambiental do zôo, foi mostrar ao público que o homem é um animal como os outros, mas que interfere no ambiente em que vive.Um dos estudantes que foram ?enjaulados?, Adriana Rezende, de 25 anos, sentiu-se estranha ao ser observada pelo público. ?Na realidade, somos todos animais. Mas é engraçado estar do lado de dentro pela primeira vez. Percebo que as pessoas se sentem desconfortáveis ao ver seusemelhante numa situação como essa?, disse, comendo uma banana.Adriana e três amigos do curso de Biologia da Sociedade Universitária Augusto Mota (Suam), todos atores amadores, ficaram das 8h30 às 17 horas de ontem na jaula, que tinha cama, computador, espelho, mesa e cadeiras. Eles desenvolveram atividades do dia-a-dia, como comer,conversar e dormir.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.